top of page
ods15.png

​O que tem nos impedido de cuidar de nossa fauna terrestre?

  1. Desmatamento e degradação florestal: O desmatamento para fins agrícolas, pecuários e madeireiros, bem como a degradação das florestas, ameaçam a biodiversidade e a saúde dos ecossistemas florestais.

  2. Perda de habitat e fragmentação de ecossistemas: A expansão humana e o desenvolvimento desordenado podem levar à perda de habitats naturais e à fragmentação de ecossistemas, afetando a vida selvagem.

  3. Caça e tráfico ilegal de animais: A caça e o tráfico ilegal de animais silvestres representam uma ameaça significativa para muitas espécies, especialmente aquelas em risco de extinção.

  4. Mudanças climáticas: As mudanças climáticas têm impactos negativos nos ecossistemas terrestres, causando eventos climáticos extremos e afetando a biodiversidade.

  5. Poluição do solo e contaminação: A poluição do solo por produtos químicos e resíduos industriais pode levar à degradação do solo e prejudicar a vida vegetal e animal.

  6. Desertificação e degradação do solo: A desertificação e a degradação do solo podem levar à perda de produtividade agrícola e à destruição de ecossistemas naturais.

  7. Invasões biológicas: A introdução de espécies invasoras em ecossistemas nativos pode causar danos significativos à biodiversidade e aos ecossistemas.

  8. Falta de conscientização sobre a biodiversidade: A falta de conscientização sobre a importância da biodiversidade e dos ecossistemas pode levar a comportamentos e práticas insustentáveis.

  9. Conflitos entre conservação e desenvolvimento econômico: Em alguns casos, a conservação da vida selvagem e dos ecossistemas pode entrar em conflito com interesses econômicos, como a agricultura e a exploração de recursos naturais.

  10. Falta de recursos financeiros e capacidades técnicas: A implementação de medidas de conservação e restauração de ecossistemas pode ser dificultada pela falta de recursos financeiros e capacidades técnicas.

Você quer mudar isso? Que tal tentar algumas dessas medidas:

1 (2)_edited.jpg

  • Praticar o consumo consciente de papel: Reduza o uso de papel no dia a dia, optando por versões digitais de documentos e evitando impressões desnecessárias.

  • Reduzir o desperdício de alimentos: Planeje suas refeições e evite o desperdício de alimentos, aproveitando ao máximo os ingredientes que você compra.

1 (3).png
  • Fomentar o plantio de árvores: Plante árvores em seu quintal, em espaços públicos ou participe de programas de reflorestamento em sua comunidade.

  • Cultivar uma horta caseira: Cultive alimentos em casa, mesmo que em pequenas

  • Reciclar eletrônicos: Encaminhe seus aparelhos eletrônicos antigos ou quebrados para reciclagem em pontos de coleta adequados.

  • Participar de iniciativas de limpeza: Junte-se a grupos que realizam limpeza de áreas naturais, parques e praias para evitar a poluição do solo e da vida terrestre.

  • Participar de campanhas de conscientização: Engaje-se em campanhas de sensibilização sobre a importância da conservação da vida terrestre e da biodiversidade.

1 (7)_edited.jpg

  • Promover a compostagem: Composte os resíduos orgânicos de sua casa, transformando-os em adubo para enriquecer o solo.

  • Incentivar a preservação de áreas verdes urbanas: Apoie a criação e manutenção de parques e áreas verdes em sua cidade, onde a vida terrestre pode prosperar

1 (8)_edited.jpg
  • Proteger espécies ameaçadas: Informe-se sobre espécies ameaçadas de extinção em sua região e apoie projetos de conservação.

  • Incentivar a agricultura sustentável: Opte por comprar alimentos de produtores locais que adotam práticas agrícolas sustentáveis e que não prejudicam a vida terrestre.

  • Participar de ações de reflorestamento: Além de plantar árvores, participe de ações de reflorestamento em áreas degradadas.

  • Advogar por políticas de conservação da vida terrestre: Participe de debates e pressione governos para adotarem medidas mais efetivas de conservação e proteção da biodiversidade.

bottom of page